#0306_Casa SG Light
grauzero
grauzero
sglight
  • sglight
  • sglight
  • sglight
grauzero
  • grauzero
  • grauzero
  • grauzero
  • grauzero
  • grauzero
  • grauzero
  • grauzero
  • grauzero
  • grauzero
  • grauzero
  • grauzero
  • grauzero
  • grauzero
  • grauzero
Com a utilização da implantação máxima permitida pelo terreno, na sua projecção vertical, resultou a volumetria do edifício. A ideia de relacionar o pensamento escultórico com o arquitectónico, tornando-os ambíguos, foi neste caso proposto ao requerente como a base de trabalho. Dividiu-se a “massa” volumétrica da implantação passível de ser “utilizada” em dois pequenos paralelepípedos, unidos por um elemento de ligação. Utilizou-se uma flexão de 10º nos dois volumes, de forma a manterem entre si uma linguagem comum. A aplicação desta flexão, foi executada num dos volumes no seu eixo horizontal, e no outro, no seu eixo vertical. Este gesto criou um posicionamento distante ao nível formal entre os dois blocos, permitindo contudo ter diversas leituras da volumetria apresentada. Estes grandes volumes quase cegos proporcionam uma imagem iminentemente plástica. Entre os “corpos” foi colocada a entrada onde se evidencia, através de um seccionamento do volume no eixo horizontal, uma zona de tenção formal. Serve de ancoragem ás duas massas. Na sua organização espacial, privilegiou-se a relação da habitação com uma escola primária do estado novo existente, a partir do alçado norte da habitação. Para a resolução do programa, as referências escultóricas acompanharam todos os raciocínios e soluções propostas, como a utilização do pé direito alto, não-standard, bem como espaços mais controlados e fechados para o exterior. Procurou-se romper com algumas das formas de identificação arquitectónicas, nomeadamente vãos para o exterior que foram utilizados no menor número possível. A iluminação/ventilação dos quartos acontece a partir de pequenos pátios individuais.
Ficha técnica

Tipologia: Habitação
Localização: Santo Tirso, Portugal.

Arquitectura: GRAU.ZERO
Especialidades: Ricardo Fialho Mendes, Eng

Dono de obra: Sérgio Jorge Gomes
Projecto: Ago.004/Fev.005
Construção: Ago.005/Nov008.
Área de intervenção: 230 m²

Grau Zero
facebook